Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
TRT-8

Campanha arrecada cestas básicas para serem doadas

segunda-feira, 21/09/2020, 07:51 - Atualizado em 22/09/2020, 11:21 - Autor: Cintia Magno


Com a meta de arrecadar 100 mil cestas básicas até 25 de outubro, a campanha “Círio de Nazaré 2020 – Contra a Miséria e o Trabalho Infantil” vem promovendo uma série de ações. Uma delas foi na Praça da República
Com a meta de arrecadar 100 mil cestas básicas até 25 de outubro, a campanha “Círio de Nazaré 2020 – Contra a Miséria e o Trabalho Infantil” vem promovendo uma série de ações. Uma delas foi na Praça da República | Mauro Ângelo


Em meio ao tradicional movimento de domingo na Praça da República, a campanha “Círio de Nazaré 2020 – Contra a Miséria e o Trabalho Infantil” promoveu, na manhã de ontem (20), a arrecadação de cestas básicas que deverão ser distribuídas a famílias carentes de Belém. A campanha é realizada pela Justiça do Trabalho, por meio da Comissão de Combate ao trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT-8).

Com a meta de arrecadar 100 mil cestas básicas até 25 de outubro deste ano, a campanha vem promovendo uma série de ações com o objetivo de beneficiar prioritariamente famílias que possuem crianças e adolescentes. Na Praça da República, os voluntários que integram a campanha buscavam sensibilizar a população para a possibilidade de fazerem sua doação em forma de cestas básicas.

“Hoje (domingo) a ação foi desenvolvida pelos voluntários do programa que propuseram que viéssemos à Praça da República para dar visibilidade à campanha e sensibilizar as pessoas a fazerem sua doação”, explicou Vanilza Malcher, juíza do TRT 8ª Região e coordenadora da campanha ao lado da desembargadora MariaZuila Lima Dutra.

“No sábado a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que é um dos parceiros, também foi aos condomínios residenciais para recolher as doações de cestas básicas. A campanha está crescendo”. A juíza aponta que as ações da campanha iniciaram no dia 26 de agosto deste mês. A medida foi a encontrada para manter o trabalho que já era desenvolvido pelo Programa de Combate ao Trabalho Infantil do TRT 8ª Região nas edições anteriores do Círio, mesmo diante do cenário da pandemia.

 

CÍRIO

“Nós sempre participamos com campanhas durante as romarias. Em 10 das romarias da festividade de Nazaré nós levávamos o debate do combate ao trabalho infantil e como nesse ano o Círio será virtual, nós precisamos nos reinventar”, contextualiza.

“Em decorrência do desemprego aumentou o número de pessoas necessitadas, então a ideia foi aliar os dois temas, a questão da miséria e o trabalho infantil. Temos a miséria como causa e consequência do trabalho infantil. Muitas vezes a miséria leva muitas crianças às ruas, mas não se pode transferir essa responsabilidade a elas. Criança não é para trabalhar, mas para se preparar para o futuro”.

A importância da reflexão acerca do tema foi reforçada durante a ação desenvolvida na Praça da República pela equipe de voluntários do programa. A gestora ambiental Cintia Monteiro, 43, é uma das voluntárias e aponta que a motivação em participar das ações está na grande necessidade que muitas famílias têm enfrentado. “Tem muitas famílias precisando dessa ajuda solidária. O momento que estamos passando pede ainda mais por essa solidariedade porque muitas famílias estão lutando pelo direito de poder comer”.

As pessoas que estiveram na praça tiveram a oportunidade de contribuir. Um veículo da campanha esteve no local possibilitando que as pessoas já pudessem fazer a doação.

 



Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS