Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
32°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

DENÚNCIA

Polícia encerra festa que reunia mais de 200 pessoas em Salinas

domingo, 05/07/2020, 17:38 - Atualizado em 05/07/2020, 17:41 - Autor: Com informações da Agência Pará


| Leandro Santana/Ascom PC

Uma festa com a participação de mais de 200 pessoas foi interrompida e encerrada pelas equipes da Polícia Civil e Militar, mobilizadas pela Operação Verão 2020, em Salinópolis, após denúncia na madrugada deste domingo (05). A festa era promovida no bairro Atlântico 01. Com apoio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) e guarnições da Polícia Militar, Policiais Civis foram até o local e intervieram para encerrar a festa.

Quase 40 pessoas são detidas por rave em Mosqueiro

"Estávamos realizando as ações de fiscalização quando a Polícia Militar recebeu a denúncia sobre essa festa que estava sendo realizada. Fomos até o local e, quando chegamos, verificamos que várias regras estabelecidas nos decretos não estavam sendo respeitadas, como o distanciamento social e as pessoas não utilizavam máscaras de proteção. A 'carretinha' foi apreendida pela equipe da DEMAPA (Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal) e o estabelecimento terá o funcionamento suspenso, pois os proprietários não apresentaram a documentação de licenciamento do local" explicou a delegada Soranda Nascimento, da Divisão de Polícia Administrativa.

O casal dono do estabelecimento e o proprietário da "carretinha" sonora foram intimados a prestar depoimento na manhã deste domingo (5) na delegacia local. Um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi registrado pelo descumprimento aos decretos governamental e municipal.

A Divisão de Polícia Administrativa (DPA) e a delegacia local averiguaram neste sábado (04), 41 estabelecimentos comerciais em Salinópolis e Mosqueiro. Quatro deles foram fechados em Salinas e 24 apresentaram alvarás atrasados, 12 dos quais em Mosqueiro e 12 em Salinas.

A DEMAPA fiscalizou 13 estabelecimentos e 29 veículos relacionados ao crime de poluição sonora.A equipe da Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV) instaurou procedimento de medida protetiva. As ações de fiscalização na praia foram feitas com o uso de viaturas e quadriciclos.

Somente no sábado (4), nove pessoas foram presas e três mandados de prisão cumpridos. Uma fiança foi arbitrada no valor de R$ 679,00 durante a operação Lei Seca, em Salinas.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS