Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
32°
cotação atual R$
CRISE

Coronavírus: centenas de macacos famintos aterrorizam cidade após crise no turismo

sexta-feira, 13/03/2020, 17:31 - Atualizado em 13/03/2020, 18:03 - Autor: Redação


Macacos são bem alimentados por turistas que frequentam a cidade
Macacos são bem alimentados por turistas que frequentam a cidade | Reprodução

Na quarta-ferira (11), centenas de macacos famintos foram vistos brigando por causa de uma única banana na Tailândia, após o coronavírus causar uma enorme queda no número de turistas.

Os primatas normalmente são bem alimentados pelos turistas que visitam Lopburi, no centro do país. Mas o número de visitantes despencou após a pandemia do Covid-19.

As informações são do Daily Mail.

As imagens que circulam pela internet mostram duas "gangues rivais" compostas por macacos da cidade e pelos que moram nas áreas do templo. Centenas deles brigam e atravessam a rua perseguindo um único animal que pegou uma banana. Além disso, dá para ver os animais correndo de forma independente, procurando por alimento, enquanto outros brigam por comida fazendo o maior barulho.

Assista:

 


Até os moradores locais, que já estão acostumados com os primatas, ficaram assustados com tal ferocidade.

"Pareciam mais cães selvagens do que macacos. Eles enlouqueceram pela comida. Eu nunca os vi tão agressivos", diz Sasaluk Rattanachai, que gravou o vídeo do lado de fora da loja onde trabalha. "Acho que os macacos estavam com muita, muita fome. Normalmente, há muitos turistas aqui para alimentá-los, mas agora não há tantos, por causa do coronavírus", ressaltou.

Veja mais:

Coronavírus:10 alimentos que ajudam a fortalecer o sistema imunológico 

Pornô do "coronavírus" bomba na web e buscas pelo tema aumentam 

Lopburi é o lar de milhares de macacos selvagens que perambulam pelas ruas e edifícios da cidade. Muitos moram em terrenos dos antigos templos budistas do local.

Segundo o relatório do Bangkok Post, os grupos rivais que aparecem se confrontando no vídeo são separados por uma linha de trem e normalmente não se encontram. Mas, na última semana, acabaram se encontrando, o que levou à briga.

No mês passado, constatou-se que os macacos em outras partes do país estavam sofrendo porque o coronavírus está causando uma queda de 44% nas chegadas de turistas.

Os primatas que vivem em um parque público em Songkhla, sul da Tailândia, geralmente são bem alimentados por turistas da China e Malásia.

A Tailândia registra 59 casos do Covid-19, com uma morte. No entanto, na vizinha China, onde o surto começou, mais de 80.000 pessoas foram infectadas, com mais de 3.000 mortes.

A economia tailandesa depende dos turistas chineses. O turismo corresponde a 18% do PIB da Tailândia e os chineses representam mais de um quarto do total de visitantes.


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS